Processo de Quarentena

+ O que é?
+ Visão macro do processo
+ Pré-quarentena
+ Quarentena
+ Pós-quarentena


O que é?

O processo de quarentena nada mais é que o monitoramento e identificação de infrações relacionadas ao nosso Developer Partner Program e/ou com os Termos e Condições do mesmo, assim como as ações e sanções a serem executadas uma vez identificadas essas infrações.
Esse processo está dividido em três partes: Pré-quarentena, Quarentena e Pós-quarentena.

Nota:
Qualquer integrador que faça parte do Developer Partner Program do Mercado Livre está sujeito às regras e sanções aqui descritas. Sem exceção.

Visão macro do processo


Pré-quarentena

O processo de quarentena é iniciado quando é identificada alguma infração cometida por parte de um integrador.

Essa infração pode ser desde uma métrica que está abaixo do esperado para a medalha desse integrador, baixando a medalha gradualmente até que o integrador perca a certificação, pode ser o resultado de uma ação realizada pelo integrador que impactou negativamente a um ou mais vendedores, ou situações mais sérias como fraude, divulgação de dados sensíveis, etc.

Identificada a infração, o integrador receberá uma comunicação formal sobre a infração passível de quarentena. O Tech Partner responsável pelo integrador irá entrar em contato com o mesmo para analisar a situação e tentar revertê-la de forma imediata. Porém, caso não haja uma forma de reverter de forma imediata, o integrador entrará na fase de quarentena.

Nota:
A gravidade da infração pode levar o integrador diretamente à quarentena ou pós-quarentena (podendo até mesmo nunca mais voltar a ser um integrador certificado), onde quando não solucionado o problema no prazo estipulado, sanções serão aplicadas.

Quarentena

Uma vez na quarentena o integrador recebe uma comunicação formal de entrada na quarentena e as seguintes sanções serão aplicadas:

  • retirada temporária da certificação;
  • retirada temporária dos benefícios vinculados.

A partir desse momento o integrador terá um prazo estipulado pelo Mercado Livre (no máximo 40 dias corridos) para reverter a situação que o colocou na quarentena, assim como todos os impactos negativos provocados pela situação.

O Tech Partner responsável pelo integrador irá ajudar o integrador no que for necessário e também será responsável por fazer o acompanhamento durante todo o processo. Ele também irá monitorar o prazo.

Caso o integrador reverta a situação dentro do prazo, o integrador ficará no mínimo 1 trimestre (podendo chegar a 2 trimestres) sem a certificação e seus respectivos benefícios. No fim desse prazo o Mercado Livre irá avaliar as métricas do integrador e devolver a certificação assim como a medalha na qual ele se encaixar naquele momento.

Nota:
O Mercado Livre se reserva ao direito de definir o prazo com base na gravidade da infração cometida pelo integrador. Esse prazo será estipulado e comunicado formalmente ao integrador para que o mesmo tenha ciência quanto antes.

Pós-quarentena

Caso o integrador não reverta a situação no prazo estipulado, após o vencimento do prazo, as seguintes sanções serão aplicadas:

  • retirada da certificação por tempo indeterminado;
  • retirada dos benefícios vinculados por tempo indeterminado;
  • comunicado geral às equipes internas do Mercado Livre sobre a perda da certificação por parte do integrador;
  • comunicado a todos os vendedores vinculados ao integrador sobre a perda da certificação por parte do integrador;
  • orientação e migração de vendedores estratégicos para outros integradores.
Nota:
O integrador poderá passar pelo processo de quarentena por, no máximo, duas vezes. Sendo que na segunda vez os prazos serão mais severos. No caso de uma terceira infração passível de quarentena, o integrador poderá perder sua certificação definitivamente, não podendo mais voltar a ser um integrador certificado; ao completar 12 meses sem cometer infrações, esse contador de infrações será zerado.

Caso o integrador queira voltar a ser um integrador certificado, ele deverá passar por todo o processo de certificação como se fosse um integrador novo. Sendo que esse processo só poderá ser iniciado depois de 12 meses após a reversão da situação, contando a partir do dia da comunicação formal da entrada na quarentena, que levou o integrador a perder a certificação. O Mercado Livre se reserva ao direito de decidir a elegibilidade do integrador naquele momento que ele requisita a entrada no processo. Se não for estratégico para o Mercado Livre, o integrador não será certificado. Assim como já acontece hoje com outros integradores.

Nota:
O Mercado Livre se compromete a comunicar formalmente qualquer alteração nesse processo para que todos os integradores estejam cientes.

Dê uma olhada nos benefícios que te aguardam por ser, e se manter, um integrador certificado.


Ir para o DPP
ou registre-se para receber as últimas notícias sobre nossa API